Toda semana, um novo conteúdo de
vendas no seu email


Como gerar leads de pessoas físicas (B2C)?

Hoje quero lhe fazer uma pergunta.

Na sua opinião, qual empresa é referência para você?

Maioria das vezes, a resposta vem acompanhada do nome de uma empresa B2C, que significa Business to Customer, ou seja, uma empresa que atende consumidores. No jargão comercial, B2C é contrário do B2B que significa uma empresa que atende outras empresas (Business to Business).

Agora, voltando à pergunta que eu fiz: qual empresa é referência para você? Bom, lembramos de Apple, Disney, Facebook, Whatsapp, Instagram e outras tantas que nos impactam.

Mas o que isso tem a ver com o B2C, Lui? Em resumo, a maioria dessas empresas avassaladoras começou no B2C.

Primeiramente, o setor de marketing dessas empresas normalmente trabalhou para que estivessem atreladas a propagandas épicas e shows nos intervalos do Super Bowl (a final da liga futebol americano e um dos maiores eventos esportivos do mundo).

Mas, vamos voltar à realidade de quem ainda não possui budget para emplacar um comercial famoso (ainda!). Assim, qual o melhor caminho para gerar leads de pessoas físicas, ou B2C?

1.Trabalhe com Marketing de Conteúdo

Comecemos do princípio. Esse ponto não poderia faltar: é crucial para toda empresa que se preza.

Hoje em dia, não precisamos mais pensar simplesmente em como vender um produto/serviço. Pelo contrário, precisamos pensar em como o cliente irá comprá-lo. Esse é o desafio.

Assim, ouvimos muitas histórias de startups que começaram com blogs antes de lançarem sua solução. Dessa forma, elas chamam a atenção do público alvo, tornando visitantes em clientes. 

Portanto, para gerar leads pessoas físicas, pense em como você pode ajudar essas pessoas. Afinal, como diria uma frase que ouvi esses dias: “Quer ter 1 milhão de seguidores? Ajude 1 milhão de pessoas!“.

Por isso, comece com um conteúdo de qualidade se perguntando: o que meu público consome? Como eu posso oferecer isso a ele?

Por exemplo, você pode começar com um blog (atrelado a buscas no Google), Instagram, Linkedin, materiais ricos e mais profundos, vídeos no YouTube, ou outras opções. O fato é que não existe resposta certa!

E, se você acha que não iria conseguir, ou não tem tempo, eu pergunto: Se nos encontrássemos para um cafezinho hoje e eu perguntasse “o que sua empresa faz?”. O que você responderia? E se eu trouxesse mais perguntas a partir desta, você conseguiria responder? Seria legal? Pois bem, isso já é conteúdo! Basta escolher a melhor maneira de disponibilizá-lo.

Então, se aprofunde no assunto e comece a produzir o seu conteúdo!

 

2.Revisite seu site

Em segundo lugar, seu site precisa gerar leads por ele mesmo. Todo conteúdo que você produzir, da maneira que for, deve direcionar as pessoas à sua “casa”, ou seja, seu site.

E como ele se encontra? Ora, uma pessoa consegue entender seu negócio? Um lead sentiria vontade e desejo de consumir mais conteúdo? Mais ainda, ele sentiria vontade de converter aquela visita em algum material, até mesmo num teste grátis? 

Aqui vai uma dica. Busque uma pessoa que não conhece seu negócio e mostre seu site por 7 segundos. Em seguida, peça para ela explicar mais a fundo. O que é claro e óbvio pra você não necessariamente é para quem está vendo pela primeira vez.

Ademais, não cometa o erro de deixar seu site de lado! Especialmente se você busca a geração de leads como pessoas físicas. Torne-o simples e adequado para seus leads não abandonarem a visita.

3.Construa Landing Pages incríveis

De nada adianta trazer visitantes, sem gerar conversão.

Conversão é quando um visitante de seu site vira um lead. Ou seja, uma pessoa anônima torna-se um lead com e-mail e outros dados que fazem sentido para você e seu negócio.

Muitas vezes, essa conversão se dá por Landing Pages, páginas que oferecem algo em troca dessa conversão. Seja um material educativo citado anteriormente, seja um item de valor como uma ferramenta. Lembre-se de sempre oferecer algo que realmente irá ajudar/fazer sentido para o cliente.

Quer um exemplo? Olhe esta Landing Page da Estude Vendas, que leva um lead para a Consultoria de Vendas. Legal, não?

Pois é! Aqui “comemos a ração que vendemos”, e utilizamos as 4 dicas aqui citadas no post, e mais um pouco 🙂

4.Comece campanhas de e-mail marketing

Finalmente, você já possui uma boa base de leads B2C! Ótimo!

Mas de nada adianta ter pessoas no seu “evento” se ninguém “consome nada”. Ou seja, de nada adiantam leads sem movimentação.

Por isso, segmente sua base de leads atual de acordo com o que for mais interessante pra você. Região, idade, gênero, preferências, ou alguma informação extra que preferir. Você decide (desde que saiba que vai trazer algum benefício para sua empresa)!

Assim, crie relacionamento de qualidade com seus leads e tente sempre oferecer valor. Pois, com o tempo, esses leads podem gerar mais leads, compartilhando e indicando esses conteúdos de maneira fácil e simples.

Leia também: 11 dicas para um email de vendas efetivo

Conclusão

Em resumo, gerar leads para B2C (pessoa física) é um desafio e tanto, mas não é algo impossível. É preciso dedicar esforço, tempo e dinheiro para conseguir um retorno bom. E não esqueça que sua meta de vendas batida tem muito a ver com o esforço desprendido no marketing.

Se tem algo que aprendi, foi que por trás de um ótimo time de vendas, existe um time de marketing melhor ainda.

Concorda? Deixe sua impressão nos comentários. E não perca o próximo texto, em que vamos estudar um caso de sucesso de geração de leads. 

Nos vemos na próxima!

COMPARTILHE:

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Está gostando do conteúdo? Talvez isso também te interesse:

curso prático de
prospecção ativa

Agende 20 reuniões por mês ligando para quem nunca ouviu falar da sua empresa